segunda-feira, 7 de março de 2011

Serei...Serás...Seremos...



E desde então, sou porque tu és
E desde então és
sou e somos...
E por amor
Serei... Serás...Seremos...

Pablo Neruda



10 comentários:

Luis Hohmann disse...

Muito bonito...
Parece que encontrastes um amor na tua vida...
Bjs

Eliete disse...

Lindo, Cristina! Neruda fala como ninguém sobre o Amor.
Um beijo para a Pimentinha.

Julliany kotona disse...

Que lindooo o amor é tão lindo pena que as vezes nos machuque tanto =/ bjos queridaaa teadoro;

Colecionadora de Silêncios disse...

Linda postagem, Cristina!
Adoro Neruda. :)

Beijos, querida, e ótimo feriado pra vc!

remall disse...

Sem amor nada seremos,
em lugar algum chegaremos,
pois é atraves do amor que voamos, sonhamos,nos sentimos gente.
Amando, amo, sou amada,
nunca ando sozinha nessa estrada,
pois com amor estou sempre acompanhada.
Nunca deixe de exercer seu maior poder;
o poder amar, o poder de amar.

ONG ALERTA disse...

Serás sem...
Beijo Lisette

Maria Luiza disse...

Oi Cris,
"Tira-me o pão, se quiseres,
tira-me o ar, mas não
me tires o teu riso."
Amanhã vamos ao cinema!!!!
A blogosfera me fez voltar a adolescência!!
rsrsrsrsrss
bjsss

AC disse...

Cristina, o post é maravilhoso!
De regresso à blogosfera, passei para agradecer as palavras amáveis e sempre encorajadoras. Obrigado.

Beijo :)

Gata Lili disse...

Você está hoje toda amorosa. Gostei por demais do post. Como está a Tutuquinha e os outros bigodes? Aproveito e te convido para ver meu baile felino lá no blog.

Rose disse...

Nossa, que delicado!!!!
Maravilha.
Cristina, uma pena vc não ser daqui de BH.O encontro no cinema foi delicioso, as meninas são ótimas.Qdo vier pressas bandas nos avise, viu?
Bjs querida.
OBS*Recebi o beijo da Maria Luiza, viu? rsrsrsrsr