sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

O abraço e a Lágrima



"Ah como ser tanta emoção
Na harmonia do abraço
E ser somente esse abraço
Num continente de afeto
O corpo completo sente
Que repleto não se cabe
É o coração em despejo
É a lágrima em seu trajeto
Que zelosa evita o lábio
Para não salgar o beijo".


(Lenine)

Um comentário:

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Que palavras bonitas :)